guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Coloproctologia

Revolução silenciosa

Embora os estudos sobre biologia molecular permaneçam como a principal expectativa para o surgimento de novos conceitos e recursos para o tratamento do câncer colorretal, a ausência de resultados de real impacto do ponto de vista clínico nos últimos anos pode ser frustrante, especialmente para quem não esteja acompanhando de perto a evolução das pesquisas nesta área. Assim sendo, o texto “Biologia molecular do câncer colorretal: uma revolução silenciosa em andamento”, de Mauro de Souza Leite Pinho, da Universidade da Região de Joinville (Univille), Santa Catarina, apresenta uma breve revisão do caminho percorrido até o momento desde os trabalhos pioneiros sobre a carcinogênese colorretal até as pesquisas mais recentes sobre proteômica. O trabalho demonstra o constante fluxo de grandes avanços que possibilitam uma previsão realista a curto ou médio prazo da disponibilização de recursos de amplo impacto, com potencial para alterar de forma relevante os resultados do tratamento dessa importante doença.

Revista Brasileira de Coloproctologia – v. 28 –  nº 3 – Rio de Janeiro – jul./set. 2008

Link para a matéria completa

Republicar