guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republish

Sociologia

Risco de aumento do trabalho infantil

Exploração de crianças e adolescentes pode crescer até 3 pontos percentuais

Daniel Cymbalista / Fotoarena

A redução da renda e o aumento da insegurança econômica das famílias decorrente da pandemia de Covid-19 devem elevar os índices de trabalho infantil na América Latina e no Caribe. Análises da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal) divulgadas em 12 de junho indicam que a crise econômica agravada pela disseminação do novo coronavírus pode levar a um aumento no número de crianças e adolescentes que passarão a trabalhar para ajudar no sustento de casa. O documento usou dados da Costa Rica, do México e do Peru e os extrapolou para os demais países da região. Estima-se que o trabalho infantil possa aumentar entre 1 e 3 pontos percentuais na região nos próximos meses. Isso representaria a entrada de 109 mil a 326 mil crianças e adolescentes no mercado de trabalho. Hoje, elas já somam 10,5 milhões na região.

Republish