guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Estratégias

Trégua entre os físicos

O Modelo Padrão – um conjunto de conceitos que procura explicar como os quarks, neutrinos, múons, glúons e outras partículas do átomo interagem entre si – saiu aparentemente sem arranhões dos ataques dos físicos que, de alguns meses para cá, propunham uma revisão urgente e profunda da teoria.

A polêmica fortaleceu-se em fevereiro com os resultados dos experimentos com múons, realizados no Brookhaven National Laboratory, em Nova York, Estados Unidos, que não batiam com as previsões. De acordo com a revista Nature (15 de março), os teóricos agora rejeitam a possibilidade de mudanças estruturais do modelo que se mantém em pé, ainda que com eventuais ajustes, há cerca de 40 anos.

E o que fazer com os estudos experimentais que pareciam contradizer as idéias em vigor? Simples: dados adicionais, mais apurados, indicam que tudo o que se está descobrindo pode se encaixar nas fórmulas já existentes – numa escala milhões de vezes menor que a das partículas atômicas mais conhecidas, como os prótons e nêutrons, os componentes do núcleo, este, sim, sujeito a comportamentos um pouco mais esclarecidos.

Republicar