guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republish

Estratégias

Um exemplo a ser mirado

A FAPESP, em parceria com a Inova — Agência de Inovação da Unicamp —, promoveu o seminário sobre propriedade intelectual e transferência de tecnologia, em que foi apresentada a experiência da Universidade da Califórnia (UC). Com dez campi, a UC contabiliza mais de 7 mil patentes depositadas. Em 2005 os royalties recebidos pelas patentes somaram US$ 55 milhões, o equivalente a 2% do seu orçamento de pesquisa e a menos de 0,5% do orçamento da instituição. “Nosso objetivo não é gerar recursos financeiros. Somos uma universidade pública e a meta é beneficiar a sociedade com o desenvolvimento de terapias, diagnósticos e alimentos, por exemplo, além de apoiar parcerias de pesquisa com a indústria privada”, explicou Gonzalo Barrera-Hernández, diretor do escritório de transferência de tecnologia da UC. Tampouco o preocupa o fato de o número de patentes depositadas pela universidade ser superior ao de boa parte das empresas norte-americanas. “O que importa é que se patenteiem inventos considerados valiosos do ponto de vista da geração de conhecimentos e de recursos.”

Republish