Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Boas práticas

Universidade paga US$ 3,7 milhões por violar normas

A Universidade Rice aceitou pagar US$ 3,7 milhões ao governo dos Estados Unidos para encerrar um processo em que seus gestores eram acusados de violar normas para o uso de dinheiro da National Science Foundation (NSF), a principal agência de apoio à pesquisa básica do país. Por 12 anos, recursos que estavam reservados para bolsas de estudantes de pós-graduação foram alocados em atividades de ensino que não tinham nenhuma relação com os projetos de pesquisa aprovados pela NSF, o que é proibido pela legislação federal. Segundo queixa apresentada pelo Departamento de Justiça do governo, “Rice se envolveu conscientemente em um padrão de cobranças indevidas entre novembro de 2006 e setembro de 2008”. Fundada em Houston, Texas, em 1912, a instituição é uma universidade privada sem fins lucrativos com mais de 7 mil estudantes. O porta-voz da universidade, Doug Muller, declarou ao jornal Houston Chronicle que os administradores de Rice sustentam ter cumprido a lei e não admitem responsabilidade nas violações de que foram acusados. “No entanto, a universidade concordou em fazer um acordo a fim de evitar incertezas, inconveniências e despesas com um litígio prolongado com o governo federal”, afirmou. O valor da indenização equivale ao dobro dos recursos usados de forma irregular. Em março, Rice tinha 215 projetos de pesquisa apoiados pela NSF.

Republicar