Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Vacina vegetal

Vacina vegetal na Fiocruz

Uma vacina contra a febre amarela produzida nas folhas de uma espécie de tabaco. Essa é a novidade que deverá ser produzida no Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Biomanguinhos) da Fiocruz, no Rio de Janeiro. Isso será possível com o acordo tecnológico firmado entre o instituto brasileiro, a empresa de biotecnologia norte-americana iBio e o Fraunhofer USA Center for Molecular Biotechnology (FCMB), organização dos Estados Unidos, que desenvolveram a tecnologia. A nova vacina será produzida em uma plataforma vegetal onde as plantas de tabaco vão produzir o imunizante na forma de um antígeno que é uma proteína codificada por um gene do vírus inserido no genoma da planta. A nova vacina, segundo o comunicado da Fiocruz, é mais eficaz e mais segura com relação às reações adversas.

Republicar