guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republish

Estratégias

Virologia em debate

Porto Velho, em Rondônia, vai sediar o curso Emerging Viruses: Global Approaches and Specificities of the Amazon Region (Vírus emergente: abordagens globais e especificidades da região amazônica), de 17 de novembro a 7 de dezembro. A iniciativa é promovida pelo Instituto Pasteur, da França, e a Amsud — entidade que reúne associações científicas da América do Sul —, e está sendo organizado por uma comissão formada por Noel Todor, especialista em raiva, e Jean Louis Virelizier, especialista em retrovírus, ambos do Instituto Pasteur; Luiz Hildebrando Pereira da Silva e Rodrigo Stabeli, do Instituto de Pesquisa em Patologias Tropicais de Rondônia (Ipepatro) e Roberto Sena Rocha, da Fiocruz. Reunirá virologistas do Instituto Pasteur de Paris e Cayenne; do Instituto Nacional de Saúde e da Pesquisa Médica (Inserm) — Pasteur de Lyon, também da França; do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) de Atlanta, nos Estados Unidos, e das universidades de Montreal, Madri, Buenos Aires e Montevidéu, além de instituições brasileiras. “A expectativa é promover o treinamento de jovens pesquisadores e estabelecer network entre especialistas para futura colaboração”, explica Luiz Hildebrando. Participarão do curso 14 estudantes brasileiros de graduação ou pós-graduação selecionados por critério de qualidade — em caso de equivalência, serão priorizados os alunos da Amazônia. Pelo mesmo critério, serão escolhidos dez estudantes sul-americanos. Mais informações pelo e-mail stabeli@ipepatro.org.br ou pelo telefone (69) 3219-6010.

Republish