guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Estratégias

A caminho da China

Foi embarcado para a China, de onde deverá ser lançado ao espaço no segundo semestre, o Cbers-2B, novo satélite Sino-Brasileiro de Recursos Terrestres. No Brasil, a missão de desenvolver e construir estes satélites é do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Na China, a responsabilidade é da Academia Chinesa de Tecnologia Espacial (Cast). Trinta técnicos da China estiveram no Inpe na fase de montagem e testes. Agora uma equipe de 12 brasileiros vai à China. O Cbers-2B é quase uma réplica do Cbers-2, que está em órbita há três anos. O satélite tem como objetivo garantir que o fornecimento de imagens iniciado em 1999 com o Cbers-1 não seja interrompido. A vida útil projetada dos satélites é de dois anos.

Republicar