guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Estratégias

A Lua tem que esperar

O fracasso do lançamento do maior satélite de comunicações desenvolvido pela Índia deve adiar os planos do país de enviar no ano que vem uma missão não tripulada à Lua. O foguete GSLV-F02, que carregava o satélite Insat -4C, explodiu logo após o lançamento, no dia 10 de julho, produzindo uma chuva de destroços na baía de Bengala. Como a segurança da tecnologia do foguete é vital para o sucesso da missão Chandrayaan-I à Lua, já se fala num adiamento da viagem, prevista para o ano que vem. O principal objetivo da missão é pesquisar a distribuição local dos minerais e dos elementos químicos, além de produzir mapas tridimensionais da superfície lunar. O astronauta indiano Rakesh Sharma admitiu à agência EFE que “o programa espacial sofrerá um atraso”. Mas se disse convencido de que a experiência trará aprendizado e que seu país terá sucesso.

Republicar