guia do novo coronavirus
Imprimir Republicar

Sem categoria

A vingan

Todos já ouvimos que a natureza se vinga de quem a mutila. Superstições à parte, um estudo parece confirmar essa praga. Felicia Keesing, biológa do Bard College, de Nova York, descobriu que sobras de floresta, como as deixadas da construção de uma casa ou de uma fábrica, podem se tornar verdadeiros depósitos de doenças (<i>NewScientist</i> , 8 de fevereiro).<br><br> Animais maiores evitam habitar pequenas porções de floresta, por não encontrar ali os alimentos de que necessitam. Sorte dos pequenos roedores, que, livres de seus predadores, se multiplicam nessas áreas. Os roedores atraem hóspedes, como os carrapatos, que, por sua vez, transmitem doenças ao homem. Havia carrapatos transmissores do mal de Lyme, que pode levar à artrite e distúrbios neurológicos, em 14 sobras de floresta do Estado de Nova York. Quanto menores as áreas de floresta remanescentes, maior o número de carrapatos.<br><br><br><br><br><br>

Republicar