guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Estratégias

Acordo de cooperação com a França

O Instituto Nacional da Saúde e da Pesquisa Médica (INSERM), da França, e a FAPESP firmaram um acordo de cooperação científica na área das ciências biomédicas. O acordo, com duração de dois anos, renováveis por igual período, foi assinado no mês passado pelo diretor geral do INSERM, Claude Griscelli, e pelo presidente do Conselho Superior da FAPESP, Carlos Henrique de Brito Cruz, e prevê o intercâmbio de pesquisadores no âmbito de projetos conjuntos, a organização de seminários bilaterais sobre temas de interesse mútuo e o intercâmbio de informações.

As inscrições de projetos conjuntos serão feitas simultaneamente nos dois países, em formulários próprios. Os pedidos serão analisados separadamente pelas duas instituições e, em seguida, passarão por avaliação conjunta. Tanto o INSERM quanto a FAPESP reservarão valores anuais da ordem de 144 mil francos, ou seu equivalente em reais, para as despesas de permanência, pelo prazo máximo de três meses, de pesquisadores brasileiros na França e de pesquisadores franceses no Brasil.

Republicar