Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Mundo

África produtiva

Um novo horizonte se descortina para a agricultura da África. Pesquisadores de vários países do continente estão promovendo o casamento de cultivares locais com variedades trazidas de outros países, graças a acordos de caráter humanitário articulados pela Fundação Africana para a Agricultura e Tecnologia (Faat).

O diretor da Faat, Eugene Terry, diz que o objetivo da iniciativa é usar conhecimento, contatos e boas práticas desenvolvidas por institutos de pesquisa de agricultura de diversas nações em benefício do combate à fome na África. Variedades de mandioca resistentes a vírus já aumentam a produtividade agrícola no Quênia, enquanto em Uganda bananas livres de pragas garantiram colheita de 50 toneladas por hectare.

Novos acordos estão a caminho. Outro projeto desenvolvido por uma fundação de Uganda busca produzir milho resistente a pragas e mais rico em betacaroteno, também por meio de parcerias internacionais. (Nature, 1º de julho)

Republicar