guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Tecnociência

Algas dão pistas sobre o clima

Um sensor que auxiliará na compreensão das mudanças climáticas no planeta foi criado por uma equipe de pesquisadores do Centro Nacional de Oceanografia e da Escola de Eletrônica e Ciência da Computação, ambos da Universidade de Southampton, na Inglaterra. O microchip foi projetado para medir a quantidade e os diferentes tipos de algas presentes no oceano. Ao passar por dentro do sensor em alta velocidade o aparelho lança um feixe de luz na planta e ela responde com a emissão de luz em diferentes comprimentos de onda, permitindo sua caracterização. O sensor também capta informações sobre as propriedades elétricas das plantas. As algas dão pistas sobre o clima porque um grupo delas produz certos compostos, como dimetil-sulfonio-proprionato (DSMP), que podem ser ativados por alterações climáticas. Além disso, todas as algas utilizam dióxido de carbono, embora apenas algumas mantenham esse gás em seus esqueletos calcificados. “Para compreender isso, precisamos ser capazes de diferenciar os tipos de algas e contá-las usando um equipamento preciso e barato o suficiente para que muitos possam ser usados. Esse é o maior desafio da nossa pesquisa”, disse Peter Burkill, do Centro Nacional de Oceanografia, em comunicado da instituição.

Republicar