guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Tecnociência

Algas para a indústria

LEILA HAYASHI/UFSCCultivo experimental da Kappaphycus alvarezii no litoral de Santa CatarinaLEILA HAYASHI/UFSC

O litoral catarinense, já famoso pelo cultivo de ostras, poderá ser produtor também da alga Kappaphycus alvarezii, principal fonte de carragenana, aditivo usado nas indústrias alimentícia, de cosméticos e farmacêutica para dar maior consistência a iogurtes e cremes, por exemplo. Os estudos para a adaptação e ciclo produtivo e comercial dessa alga nativa das Filipinas são realizados pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Universidade de São Paulo (USP), Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) e Instituto de Pesca de São Paulo. O Brasil importa mais de mil toneladas por ano de carragenana, num valor de R$ 13 milhões. Os estudos buscam um cultivo sustentável com a seleção de linhagens mais produtivas e adaptadas ao ambiente. A produção é feita por meio de pedaços de talos amarrados em cabos e mantidos em grades flutuantes, semelhantes às criações de ostras e mexilhões. Também estão em desenvolvimento tecnologias para secagem da alga. A coordenação do projeto é da professora Zenilda Bouzon, da UFSC, com a colaboração da pesquisadora Leila Hayashi. O financiamento é da Fundação de Apoio à Pesquisa Científica e Tecnológica do Estado de Santa Catarina (Fapesc), Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Ministério da Pesca e Aquicultura.

Republicar