guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republish

Mundo

Aliança pela competitividade

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) concedeu ao Peru um empréstimo de US$ 25 milhões com o objetivo de melhorar seus níveis de competitividade por meio do fortalecimento da estrutura de pesquisa em áreas prioritárias. “É a primeira vez que o Estado peruano tenta desenvolver a ciência e tecnologia recorrendo a endividamento externo”, comentou Jorge Zavaleta, porta-voz do BID no Peru, ressaltando que a entidade está sempre disposta a lastrear esse tipo de iniciativa, desde que as propostas sejam viáveis. O governo peruano investirá uma contrapartida de US$ 11 milhões. A novidade é que os US$ 36 milhões servirão para financiar projetos não apenas de universidades e de centros de pesquisa, mas também de  consórcios formados por essas instituições com empresas privadas e agências governamentais. Também está prevista a criação de um sistema de difusão do conhecimento científico e o fortalecimento do sistema de propriedade intelectual do país. No primeiro trimestre de 2006 será convocado um concurso de projetos de ciência e tecnologia que serão avaliados segundo a qualidade e a prioridade para o desenvolvimento do país, o que, espera-se, irá estimular o setor privado a apostar em inovações tecnológicas. O programa vincula-se à presidência de Conselho de Ministros e será dirigido por representantes da comunidade científica, do governo e do setor privado. (SciDev.Net, 14 de outubro)

Republish