guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Sustentabilidade

Alternativa ao uso da madeira

Catarina BessellResíduos da agroindústria, que incluem bagaço da cana-de-açúcar, casca de amendoim e fibra da casca do coco-verde, além de serragem descartada pelas madeireiras, são as matérias-primas usadas 
por pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) na fabricação 
de materiais compósitos utilizados em móveis 
e divisórias. A resina empregada no processo é 
à base de óleo de mamona, que começa a ser usado nesse tipo de aplicação. 
“Em vez de partículas de madeira, estamos propondo o uso de materiais que, 
em muitos casos, são descartados”, diz o professor Juliano Fiorelli, do grupo de Construções e Ambiência da Faculdade de Zootecnia 
e Engenharia de Alimentos da USP de Pirassununga, 
no interior paulista, coordenador do projeto que teve apoio da FAPESP na modalidade Auxílio Regular a Projeto de Pesquisa, 
com financiamento de 
R$ 145 mil. Testes físicos 
e mecânicos comprovaram que os compósitos podem ser empregados no lugar 
da madeira. Fibras de coco 
e bagaço têm potencial para uso em painéis de vedação 
e mobiliário. Cascas 
de amendoim e serragem podem ser utilizadas em forros, divisórias internas 
e em instalações rurais.

Republicar