guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Estratégias

As melhores teses

Foram anunciados os ganhadores da primeira edição do Prêmio Capes de Teses. Concedido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), o prêmio reconhece as melhores teses de doutorado aprovadas no país em 38 áreas. No rol dos premiados, 13 são do estado de São Paulo – desses, seis têm ou tiveram bolsas concedidas pela FAPESP. No rol dos 38 premiados, três receberam o Grande Prêmio Capes de Teses, um em cada grande área do conhecimento. Claudio Teodoro de Souza foi o vencedor em Ciências Biológicas, da Saúde e Agrárias. Sua tese, defendida na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), descreve a identificação das características da proteína PGC-1alfa, envolvida com a secreção de insulina. O químico Cláudio Ribeiro Júnior, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), criou um sistema capaz de concentrar o suco de laranja com menos alterações de sabor e aroma. A pesquisa lhe rendeu o prêmio em Engenharia, Ciências Exatas e da Terra. A historiadora Maraliz de Castro Vieira, da Unicamp, venceu na categoria Ciências Humanas. A partir da obra Tiradentes esquartejado, de Pedro Américo, a tese analisa a representação que se faz de um fato histórico a partir da arte.

Republicar