Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Medicina

As proteínas e as células

Como os pesquisadores medem a presença dos marcadores biológicos dos tumores? Tudo começa a partir da realização de uma biópsia (retirada de um fragmento de tecido para estudo) do tumor a ser analisado. Inicialmente, é feita uma análise mais rotineira do tecido canceroso, com o microscópio de luz, que permite basicamente estabelecer a qual dos quatro grandes tipos de câncer de pulmão o tumor pertence. Em seguida, começa o trabalho mais apurado.

Lançando mão da microscopia eletrônica e trabalhando com reagentes de laboratório que identificam a presença de certas substâncias no tecido estudado, os pesquisadores quantificam uma série de parâmetros das células daquele tecido, como seu volume nuclear (aplóide, diplóide ou tetraplóide) e a expressão de proteínas (P53, Ki67, etc.).

Obtidos esses dados, o passo seguinte é verificar se é possível estabelecer uma relação entre, por exemplo, a maior ou menor presença de uma proteína e a evolução do tumor. Em paralelo, é feito um acompanhamento (geralmente 60 meses) dos pacientes cujos tumores sofreram biópsia. Empregando modelos matemáticos, os pesquisadores montam, por fim, equações cruzando as informações dos marcadores analisados e da evolução da doença dos pacientes.

Republicar