guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republish

Brasil

Atalho russo para o espaço

O tenente-coronel Marcos César Pontes, que há sete anos faz treinamento nos Estados Unidos para ir ao espaço, pode trocar Houston pela Cidade das Estrelas, próxima a Moscou. O chefe da Agência Espacial Russa, Anatoli Perminov, confirmou entendimentos com a Agência Espacial Brasileira para que o primeiro astronauta brasileiro participe de uma missão entre 2006 e 2007 rumo à Estação Espacial Internacional  a bordo de uma nave Soyuz. Se o acordo vingar, Pontes terá de passar uma temporada de 13 meses de treinamento na Rússia, para familiarizar-se com as naves russas. O sonho de Pontes está congelado desde fevereiro de 2003, quando a nave Columbia explodiu ao penetrar a atmosfera, paralisando o programa dos ônibus espaciais. Mas, para levar astronautas estrangeiros, a agência russa costuma cobrar caro.  A missão de Marcos Pontes dependerá da retomada dos vôos dos ônibus espaciais, programada para este mês, que vão tirar das Soyuz o ônus de ser a única opção para trocar tripulantes e abastecer a Estação Internacional.

Republish