guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republish

Educação

Avaliação distante

O artigo “A avaliação vista sob o aspecto da educação a distância”, de Marcus Maltempi e Maurício Rosa, ambos da Universidade Estadual Paulista (Unesp), campus de Rio Claro, reflete sobre a avaliação como um aspecto bastante relevante para a educação em geral, que também deve ser pensado e discutido ante a educação a distância. Tendo por contexto um curso realizado a distância, o estudo analisa algumas interações ocorridas ao longo das aulas, que foram desenvolvidas tendo como norte a teoria construcionista. A abordagem construcionista vai além de atividades hands-on ao deixar para o aluno mais controle sobre a definição e resolução de problemas. A idéia é criar um ambiente no qual o aluno esteja conscientemente engajado em construir um artefato público e de interesse pessoal (head-in). O curso teve a construção de jogos eletrônicos do tipo RPG como proposta pedagógica, além de discutir questões relativas à sociedade do conhecimento e a teorias de aprendizagem. O estudo trabalha esse aspecto a partir de dados coletados no curso que indicam a avaliação como processo formativo, próprio à educação. “No entanto, fazemos inferências à concepção, equivocada em nossa opinião, de avaliação como quantificação, como ideologia de medição de conhecimento, ou seja, como exigência realizada pelo sistema educacional que incita uma atribuição de valores ou conceitos ao que o aluno ‘sabe’ ou ‘aprende’ “?, dizem os autores.

Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, vol. 14,  nº 50,  Rio de Janeiro,  jan./mar. 2006

www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-40362006000100005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Republish