Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Tecnociência

Avança na Europa a telemedicina

Graças aos recursos de telemedicina disponibilizados pela Agência Espacial Européia (ESA), pacientes em diversos pontos da Europa já podem consultar-se com seus médicos a milhares de quilômetros de distância.

Um simpósio realizado em Frescati, na Itália, nos dias 23 e 24 de maio, serviu para fazer um balanço das atividades da agência, que, por meio da implantação de tecnologia avançada, como vídeo de alta resolução e transmissão de dados via satélite, tornou a medicina a distância uma prática rotineira em território europeu.

Desde 1996, a ESA já bancou mais de 20 projetos de telemedicina, um deles intercontinental, que levou o serviço a regiões remotas do Canadá. Hoje, vários serviços de teleconsulta, incluindo acompanhamento psiquiátrico, estão disponíveis na rede. Esses avanços, porém, não devem ser encarados como simples ofertas de comodidade. Com o aumento da população idosa na Europa, serviços como a monitoração remota tendem a tornar-se, cada vez mais, uma questão de vida ou morte.

Republicar