Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

SciELO

Um sucesso visível

A primeira vez que Pesquisa FAPESP – ou melhor, seu embrião, o informativo Notícias FAPESP – falou sobre SciELO, sem se referir a essa sigla que ainda não havia sido criada, foi em novembro de 1996. O que havia então era só o firme propósito e o projeto, definido numa parceria entre a FAPESP e a Bireme (na época, Biblioteca de Referência de Medicina, e hoje, Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde), de tornar visível, acessível internacionalmente, o melhor da produção científica brasileira para integrá-la ao acervo mundial de conhecimento científico sistematizado. Implantado em 1997, o projeto avançou a passos tão largos que hoje contabiliza, indexados em sua base de dados, 93 periódicos científicos brasileiros, 1.356 fascículos e 19.815 artigos científicos. Muitos dos periódicos registraram aumento significativo do seu fator de impacto com a visibilidade propiciada pela biblioteca eletrônica. Não bastasse isso, o SciELO caminhou para além das fronteiras nacionais e já colocou em sua base outros 76 periódicos de países da América Latina e Espanha. Uma minúscula amostra das novas informações científicas que o SciELO agrega a cada mês a sua rede aparecerá, a partir desta edição, em Pesquisa FAPESP impressa e na versão on-line. São mais notícias inéditas que a revista oferece a seus leitores.

Republicar