guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republish

Tecnociência

Biodiesel de pó de café

O pó de café jogado no lixo caseiro e principalmente as grandes quantidades descartadas em bares e restaurantes poderá se transformar em uma nova opção de matéria-prima para a produção de biodiesel, segundo um estudo de pesquisadores da Universidade de Nevada, nos Estados Unidos. De acordo com cálculos do Departamento de Agricultura norte-americano, o USDA, são cerca de 8 bilhões de quilos por ano no mundo de pó de café jogado no lixo, o que seria suficiente para a produção de 1,2 bilhão de litros de biodiesel. No trabalho publicado na edição on-line do Journal of Agricultural and Food Chemistry, os autores Narasimharao Kondamudi, Susanta Mohapatra e Mano Misra informam que o café descartado possui até 15% de óleo que pode ser convertido em biodiesel, pelo processo tradicional de produção desse biocombustível chamado de transesterificação,que usa um álcool no preparo, normalmente o metanol. O índice de óleo é bom se comparado com outros vegetais como colza, 37% a 50% de óleo, dendê, 20%, e soja, 20%. O pó de café, segundo os pesquisadores, tem grande chance de se tornar importante para a produção de biodiesel porque teria baixo custo e não seriam necessárias plantações exclusivas para a fabricação do óleo.

Republish