guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republish

quase humanos

Bonecos quase humanos

Para entender o que acontece com o corpo infantil quando um carro bate e, assim, melhorar dispositivos de segurança como os airbags, a Ford dos Estados Unidos desenvolveu um boneco digital de uma criança. Cada parte do corpo infantil foi escaneada e foram feitos modelos anatômicos. Agora a empresa está construindo o boneco, peça por peça: cérebro, crânio, pescoço, caixa torácica, extremidades superiores e inferiores. Chamados de dummies, esses manequins são usados no interior dos veículos para medir o efeito das forças de impacto nos passageiros durante testes de colisões. Por meio de cálculos e análises, combinados com dados sobre as propriedades dos tecidos humanos, os especialistas serão capazes de determinar os efeitos do impacto dos cintos de segurança em uma criança.

Republish