guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Estratégias

Caça aos asteroides

Com os recursos disponíveis atualmente, a  Nasa não conseguirá cumprir sua meta de, até 2020, identificar e monitorar asteroides potencialmente perigosos para o planeta. De acordo com um documento preliminar divulgado pelo Conselho Nacional de Pesquisa dos Estados Unidos, será necessário reforçar o orçamento de projetos como o Panoramic Survey Telescope and Rapid Response System (Pan-Starrs)  e o Large Synoptic Survey Telescope, que devem entrar em operação plena, respectivamente, em 2012 e 2015. Também é ci­tada a importância do radiotelescópio de Arecibo, em Porto Rico, vocacionado para caracterizar asteroides. Em 2005 o Congresso norte-americano estabeleceu o ano de 2020 como prazo final para a Nasa detectar, monitorar e caracterizar 90% dos asteroides com mais de 140 metros. Esse é o tamanho de objetos que impõem riscos significativos se caírem em áreas urbanas.

Republicar