guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Tecnociência

Carro movido a ar

MDI

AIRPOD: JOYSTICK E EMISSÃO ZERO DE POLUENTESMDI

Passageiros que desembarcam nos aeroportos Charles de Gaulle, em Pa­­ris, e Schiphol, em Amsterdã, desde o mês passado se deparam com mais uma novidade desenvolvida para melhorar o ar do planeta: os carros compactos AirPod. Movidos a ar comprimido, esses veículos estão a serviço das companhias aéreas Air France e KLM, fazendo o transporte de passageiros e cargas em dois dos mais movimentados aeroportos europeus. Com design futurista, emissão zero de poluentes e controlável por um joystick, o AirPod gasta apenas – 1 (cerca de R$ 2,80) para rodar 100 quilômetros. Essa versão acomoda três adultos e uma criança, além de bagagem, enquanto o modelo para transporte de cargas em rotas urbanas tem capacidade para mais de um metro cúbico ou 1 mil litros. A velocidade máxima do carro, que tem 2,07 metros de comprimento por 1,60 m de largura, é de 70 km/h e sua autonomia é de 220 quilômetros. O AirPod foi desenvolvido pela Motor Development International (MDI), uma empresa de Luxemburgo, criada em 1991 e que apresentou os primeiros protótipos em 1998. O carro usa eletricidade para fazer o ar mover os pistões do motor. O reabastecimento da eletricidade pode ser feito em tomadas caseiras entre uma hora e meia e quatro horas e meia e os tanques de ar podem levar apenas 90 segundos para serem completados.  Isso pode ser feito em postos com bombas específicas de ar comprimido ou com um compressor caseiro

Republicar