Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Agricultura

Casca de arroz no polímero

As cinzas da casca do arroz mostraram em testes ter potencial para substituir o talco, um tipo de silicato extraído de jazidas, na produção de polímeros, uma alternativa que pode diminuir o impacto ambiental do descarte da queima do resíduo agrícola. Na pesquisa, realizada por Leonardo Gondim de Andrade e Silva, do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen), Waldir Ferro, da mesma instituição, e Hélio Wiebeck, da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, foram comparadas as propriedades mecânicas e térmicas de poliamidas, conhecidas popularmente como náilon, com carga de 30% de cinza de casca de arroz e com 30% de talco. Os resultados do estudo, publicado na revista Polímeros, mostram comportamento semelhante entre os dois produtos utilizados, com potencial para a substituição do talco pela cinza da casca de arroz, alternativa viável em processos industriais. Um limitante para uso do polímero misturado à cinza da casca de arroz é a cor. O produto final poderia ser usado apenas na fabricação de produtos com a cor preta.

Republicar