guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Tecnociência

Chips moleculares

TRIÂNGULOS DE DNA NA SUPERFÍCIE DO TRANSISTOR

Pesquisadores da IBM e do Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech) construíram circuitos impressos de computador menores, mais rápidos e de menor consumo de energia usando moléculas de DNA. Apresentada na edição de setembro da revista científica Nature Nanotechnology, a possibilidade de usar essas moléculas – sobre as quais milhões de nanotubos de carbono poderiam ser depositados de modo organizado – pode resolver o antigo problema de trabalhar em escalas inferiores a 22 nanômetros nos transistores. O DNA faria o papel de minúsculos origamis que poderiam ser integrados a estruturas maiores e facilitar a montagem de nanoestruturas com características conhecidas. “A combinação desse arranjo auto-organizado com as atuais tecnologias de fabricação de circuitos impressos pode levar a economias substanciais na parte mais cara e mais difícil de toda a produção”, comentou, no comunicado da empresa, Spike Narayan, gerente de tecnologia e ciência da IBM Research, em Almaden, nos Estados Unidos.

Republicar