guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Geologia

Chuva de rochas na Terra e na Lua

Nasa

Há cerca de 800 milhões de anos, fragmentos de um grande asteroide teriam colidido com a Terra e a Lua. A chuva de meteoroides pode ter despejado de 40 a 50 trilhões de toneladas de rochas ricas em carbono na superfície do planeta e de seu satélite natural. Essa é a hipótese de pesquisadores da Universidade de Osaka, no Japão, proposta a partir da análise de imagens da superfície da Lua obtidas pela sonda espacial Kaguya (Nature Communications, 21 de julho). A pesquisa identificou oito crateras grandes, com mais de 20 quilômetros de diâmetro, provavelmente geradas pela chuva de meteoroides. Já na superfície terrestre, a erosão e outras atividades geológicas devem ter apagado qualquer vestígio de crateras formadas durante o evento. Se realmente ocorreram, os impactos da chuva podem ter influenciado a evolução da Terra no início do chamado período Criogeniano, marcado pelas eras glaciais mais intensas da história do planeta.

Republicar