guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Estados Unidos

Conselhos sem ruídos

No mesmo dia em que suspendeu as restrições ao financiamento federal de pesquisas com células-tronco embrionárias, o presidente norte-americano Barack Obama assinou um memorando endereçado ao chefe do Escritório de Política Científica e Tecnológica com o objetivo de assegurar a integridade do processo de aconselhamento científico na tomada de decisões do governo. O memorando pede que as agências públicas contratem assessores científicos com base no mérito e na formação e estabeleçam regras de transparência, além de garantir proteção a quem tiver alguma denúncia a fazer. Harold Varmus, do conselho de assessores em ciência e tecnologia do presidente, disse à revista Nature que o memorando busca evitar a repetição de problemas ocorridos na administração Bush, quando funcionários indicados por políticos censuraram o trabalho de cientistas do governo – o caso mais rumoroso envolveu artigos sobre mudanças climáticas feitos por pesquisadores da Nasa. John Marburger, assessor científico de Bush, sugeriu que o memorando é meramente retórico. “Nunca imaginei que um documento desse tipo fosse necessário. Da perspectiva da administração Obama, responde a um compromisso de campanha”, afirmou.

Republicar