guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Dados

Corpo docente das universidades em São Paulo

Número de docentes no ensino superior mantém-se estável no estado, com queda no sistema privado e aumento no público

 

  • Havia 199 universidades no país em 2018, 107 públicas e 92 privadas. Em São Paulo, esse número era de 38, 9 delas públicas e 29 privadas. Os números não diferem significativamente daqueles de 2010
  • Houve crescimento no número de docentes no país, de 183 mil para 206 mil, em razão principalmente da expansão na rede federal, ocorrendo queda no sistema privado
  • Em São Paulo, a redução no total foi pequena, mas houve queda de 10% no número de docentes nas universidades privadas, de 26.111 para 23.382, compensada pelo aumento nas públicas, de 14.594 para 16.317, concentrado nas três universidades federais localizadas no estado

 

Qualificação sobe no sistema privado, mas fração em tempo integral se mantém estável

  • O corpo docente das universidades públicas em São Paulo é altamente qualificado: 94% do total tem grau de doutor, atingindo 99% nas universidades estaduais, USP, Unicamp e Unesp
  • E está empregado majoritariamente em regime de tempo integral: 90% no total e 93% nas universidades estaduais
  • É muito significativo o aumento do número de docentes com doutorado nas universidades privadas: de 27% em 2010 passaram para 39% em 2018, embora ainda não sejam a maioria dos docentes
  • A fração com graus de pós-graduação acadêmica, mestrado ou doutorado, cresceu significativamente no período, de 68% para 85%
  • No regime de trabalho em tempo integral a participação se manteve estável, de 42% em 2010 e 43% em 2018. Houve queda de 10% no número absoluto, de 11.064 para 9.991 docentes em exercício em tempo integral

Fontes Censo da Educação Superior, 2010/2018, INEP/MEC. Preparado pela Gerência de Estudos e Indicadores, FAPESP

Republicar