guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Comunicação

Da feira de ciências ao paper

Wikimedia Commons

Uma revista criada há dois anos pelo Hospital Infantil do Leste de Ontário, no Canadá, já publicou mais de 50 artigos científicos escritos por autores com menos de 18 anos. Os artigos narram os resultados de trabalhos vencedores em feiras de ciências, como a produção de bioplásticos ou de fertilizantes amigáveis ao ambiente. “Queremos dar aos alunos a chance de desenvolver suas habilidades precocemente para se tornarem bons cientistas”, disse à revista Nature Index a socióloga Rhiannon Ng, uma das editoras da publicação, intitulada Canadian Science Fair Journal. A ideia é fazer com que os alunos desenvolvam habilidades de escrita de modo a ajudá-los na transição entre o ensino médio e o ensino superior. A plataforma da revista também oferece um manual de escrita científica para estudantes e material didático sobre temas diversos para ser usado em sala de aula por professores dos ensinos fundamental e médio. A submissão de trabalhos, por ora, é restrita a estudantes canadenses. A revisão por pares funciona como uma espécie de mentoria. Os trabalhos submetidos são analisados por estudantes de graduação ou pós-graduação familiarizados com o tema abordado. O autor e o editor trabalham de forma colaborativa até que o artigo fique pronto para publicação. Vários papers são inspirados em experiências pessoais dos autores. Um deles tratava do uso de sobreposições coloridas em textos para ajudar estudantes com dislexia a ler – a coordenadora desse projeto, Kalie Bennett, é disléxica.

Republicar