guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republish

bolas luminosas

Dados dos oceanos em bolas luminosas

Universidade Estadual do ArizonaSensorBots: flashes azuis transmitem informaçõesUniversidade Estadual do Arizona

Pequenas bolas translúcidas com sensores e luzes azuis instalados no interior são a nova possibilidade tecnológica para explorar os oceanos, os maiores ecossistemas do planeta. Chamadas de SensorBots, foram desenvolvidas pelo Instituto de Biodesign da Universidade Estadual do Arizona, nos Estados Unidos, e têm a função de captar dados submarinos e colaborar no entendimento da vida marinha e dos aspectos geológicos, como terremotos e fontes hidrotermais no fundo do mar. Os dispositivos  são instalados no fundo do oceano e cabos ligados a eles repõem a energia das baterias. Os pesquisadores liderados pelo professor Deirdre Meldrum acreditam que em breve as bolas azuis poderão ser controladas remotamente. A transmissão de informações de cada SensorBot pode ser feita por meio de captação dos flashes das luzes internas por uma câmara situada no fundo do oceano, numa espécie de código Morse visual. 
A câmara capta os sinais para posterior decodificação num barco na superfície.

Republish