guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Tecnociência

Diagnóstico em um minuto

Recursos nanotecnológicos permitiram a um grupo de pesquisadores da Universidade da Geórgia, nos Estados Unidos, criar um teste capaz de detectar, em um minuto ou menos, a presença de vírus causadores de diversas doenças, como gripe e Aids. Chamado de Efeito Raman intensificado por superfícies (da sigla Sers, em inglês), o método funciona medindo-se a mudança na freqüência de um feixe de laser na faixa do infravermelho quando ele é refletido pelos RNA ou DNA virais. O fenômeno não é novo, mas, segundo Ralph Tripp, autor do estudo, em comunicado da universidade, tentativas anteriores fracassaram porque os sinais gerados eram muito fracos. A alternativa foi encontrar um método de amplificar o sinal, o que foi obtido com o uso de nanobastões de prata 10 mil vezes mais finos que um fio de cabelo no recipiente que contém a amostra. Os pesquisadores fizeram um trabalho parecido ao de um técnico de tevê, que vai posicionando a antena para obter a melhor recepção. Eles perceberam que a maior amplificação dos sinais é obtida quando os nanobastões ficam inclinados em 86º. O dispositivo só foi testado em amostras isoladas de vírus e o próximo passo será usá-lo em amostras biológicas, como fezes, sangue e urina.

Republicar