guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Brasil

Dinossauros nas dunas

Pesquisadores do Paraná, do Rio de Janeiro e de São Paulo encontraram pegadas de mamíferos e de dinossauros do período conhecido como Cretáceo Superior (90 milhões a 60 milhões de anos atrás) no Pontal do Paranapanema, às margens do rio Paraná, na divisa entre São Paulo e Mato Grosso do Sul. É a primeira vez que se vêem sinais de animais dessa época por lá. A descoberta é ainda mais surpreendente por se tratar do centro do antigo deserto que ocupou essa região. “É muito difícil haver vida e mais difícil ainda encontrar vestígios em ambientes tão secos e áridos”, comenta Luiz Fernandes, geólogo da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Fernandes e os paleontólogos Fernando Sedor, também da UFPR, e Rafael Silva, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, com apoio da Companhia Energética de São Paulo (Cesp), localizaram as pegadas no final de março em lajes de arenito que formavam grandes dunas. Até agora, haviam sido identificados vestígios de animais do Cretáceo apenas nas bordas desse deserto, mais úmidas a ponto de abrigarem lagos, nas imediações das cidades de Presidente Prudente, ainda à beira do Paraná, ou de Marília, noroeste paulista.

Republicar