guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republish

Zonas rurais

Drones mapeiam áreas rurais

Veículo aéreo não tripulado da Embrapa: na busca por áreas atacadas por pragas e falhas na lavoura

samuel vasconcelosVeículo aéreo não tripulado da Embrapa: na busca por áreas atacadas por pragas e falhas na lavourasamuel vasconcelos

A Embrapa Instrumentação, de São Carlos, no interior de São Paulo, desenvolveu e aprimorou softwares de processamento para serem utilizados em imagens captadas por veículos aéreos não tripulados, os vants, também conhecidos como drones. “As análises feitas pelos softwares das imagens indicam, por meio de cores específicas, falhas na lavoura, áreas atacadas por pragas, deficiências hídricas, problemas de solo e outros que provocam prejuízos às culturas agrícolas”, diz o pesquisador Lúcio André de Jorge Castro, da Embrapa Instrumentação, responsável pelo desenvolvimento dos programas de processamento. A interpretação das imagens será útil para os produtores se anteciparem aos problemas e tomarem decisões. Atualmente, a tecnologia está em fase de validação em culturas como cana, citros, milho e algodão e em propriedades com tamanhos variados. Os preços estimados para os drones deverão variar de R$ 1.000 a R$ 20 mil.

Republish