guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Brasil

Embalagem plástica como isolante térmico

Um material composto por bandejas plásticas utilizadas para conservar alimentos e embalagens para ovos mostrou em testes ser um bom isolante térmico para paredes e tetos. “Dessa forma, aproveita-se um material descartado para reduzir a troca de calor entre o interior de edificações e o ambiente externo, contribuindo para diminuir os gastos com energia elétrica utilizada pelos condicionadores de ar”, diz a pesquisadora Dorivalda Medeiros Neira, do Departamento de Engenharia Mecânica da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), autora do projeto coordenado pelo professor George Marinho. O estudo avaliou o uso de embalagens de poliestireno expandido (EPS) pós-consumo como isolantes. Para testar a eficácia das placas foram realizados testes em duas câmaras.  As câmaras foram cobertas por chapas de aço pintadas de preto, apoiadas sobre um painel de madeira compensada. Em uma delas, a placa foi colocada entre a chapa de aço e o  compensado. A outra câmara foi utilizada como referência. O uso da placa reciclada resultou em uma redução média de 5,9°C no interior do cômodo, em comparação com a câmara sem isolamento.

Republicar