guia do novo coronavirus
Imprimir Republicar

Aviação

Embraer cria spin-off para projetar carro voador

Com sede nos Estados Unidos, Eve será a responsável pelos projetos de mobilidade urbana aérea da fabricante brasileira de aviões

Representação artística do veículo elétrico de decolagem e pouso vertical (eVTOL) projetado pela EmbraerX

Embraer

A Embraer anunciou dia 15/10 a criação da Eve, uma spin-off da EmbraerX, braço da fabricante brasileira de aviões sediada nos Estados Unidos voltada a inovações disruptivas. Com sede na Flórida, a Eve estará focada no desenvolvimento do ecossistema de mobilidade urbana aérea e será responsável pelo projeto do veículo elétrico de decolagem e pouso vertical (eVTOL) concebido pela EmbraerX.

“A Eve está preparada para conceber a nova fronteira do transporte com aeronaves inteligentes, ambientalmente amigáveis e autônomas [que voam sem pilotos]”, declarou por meio de nota oficial Francisco Gomes Neto, presidente e CEO da Embraer.

A startup esteve incubada na Embraer durante os últimos quatro anos. Em julho, o eVTOL projetado pela sua equipe de engenheiros realizou o primeiro voo em um simulador, sistema que recria em ambiente virtual aeronaves em voo e é empregado principalmente para o treinamento de pilotos.

Além da Embraer, várias companhias ao redor do mundo têm projetos de eVTOLs em andamento, entre elas a fabricante europeia de aviões Airbus e a montadora japonesa Toyota. A Uber também está investindo nesse mercado em parceria com várias empresas, inclusive a EmbraerX. A companhia norte-americana, cujo foco é o transporte urbano compartilhado por meio de aplicativo, tem planos de iniciar operações comerciais de um carro voador em 2023.

Republicar