Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Paleontologia

Encouraçado e armado

Mauricio Álvarez

Uma nova espécie de dinossauro encouraçado e dotado de uma cauda bastante peculiar acaba de ser descrita por paleontólogos chilenos. A espécie, que viveu entre 75 milhões e 71 milhões de anos atrás, quando os continentes que formavam o paleocontinente Gondwana já estavam praticamente separados, recebeu o nome de Stegouros elengassen. Tinha cerca de 2 metros de comprimento, o corpo coberto por placas ósseas e era herbívoro (ilustração acima). O mais curioso é sua cauda. Era plana, em forma de folha, com sete pares de placas ósseas (osteodermos) que se projetavam lateralmente, lembrando um macuahuitl, arma de guerra empregada por astecas e outros povos que habitaram a região central do atual México. Possivelmente era usada para defesa. O esqueleto fossilizado 80% completo foi encontrado em 2018 em escavações realizadas na região de Magalhães, no extremo sul do Chile. O crânio de Stegouros elengassen tem características dos anquilossauros, mas o resto do corpo guarda traços mais primitivos e semelhantes aos dos estegossauros (Nature, 1º de dezembro). O grupo coordenado por Sergio Soto-Acuña, da Universidade do Chile, classificou a nova espécie como sendo do grupo dos anquilossauros, aparentado dos dinossauros do gênero Kunbarrasaurus, da Austrália, e Antarctopelta, da Antártica.

Republicar