guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Estratégias

Estudos climáticos na Amazônia

O Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa) e a Universidade do Estado do Amazonas (UEA) lançaram o Programa de Pós-Graduação em Clima e Ambiente, iniciativa pioneira na região. O programa começa com nota 4 na avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

A princípio serão 15 vagas para mestrado e dez para doutorado, com as primeiras turmas iniciando em agosto. Foram estabelecidas duas áreas de atuação: física do clima e ecossistemas amazônicos.  “No Brasil são formados anualmente cerca de 10 mil doutores, sendo que na Amazônia esse número não chega a 50. Precisamos investir mais na capacidade de mostrar o que nós conhecemos”, disse Adalberto Val, diretor do  Inpa, que destacou a participação da Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia (Sect) e da Fundação de Amparo à Pesquisa no Estado do Amazonas (Fapeam) nesse processo.

Republicar