guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Estratégias

Europa dá o primeiro passo

Até 2020, a União Européia promete reduzir 20% de suas emissões de gases estufa em relação aos níveis de 1990, através da redução do consumo de combustíveis fósseis e do uso de fontes alternativas de energia. O anúncio foi feito pelo presidente da Comissão Européia, o português José Manuel Barroso. Ecologistas consideraram tímida a restrição. Para eles, uma redução menor do que 30% não deterá as conseqüências do aquecimento. “Trata-se da medida mais ambiciosa tomada por uma região do mundo para combater a mudança climática”, reagiu Barroso.  Segundo ele, o bloco convidará todos os países desenvolvidos a reduzir as emissões em 30% e assumirá esse compromisso se o mundo industrializado o abraçar. George W. Bush, presidente do país que é o maior poluidor do planeta, fez ouvidos moucos para o apelo, mas já não é tão recalcitrante quando o assunto são as mudanças globais. No dia 23 de janeiro, anunciou um plano para reduzir o consumo de gasolina no país em 20% até 2017.  O debate deve esquentar ainda mais em fevereiro, após  a divulgação de um novo relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudança Climática (IPCC), fórum científico ligado às Nações Unidas, trazendo evidências de que o aquecimento se acelera.

Republicar