Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Boas práticas

Falhas na reprodução de experiências

009_BoasPraticas_208Daniel BuenoA revista Nature anunciou medidas para evitar a publicação de artigos científicos que acabam sendo cancelados algum tempo depois da divulgação, porque outros experimentos foram incapazes de alcançar os mesmos resultados. Embora o equívoco tenha origem nos laboratórios, observou editorial da Nature, as publicações científicas agravam o problema quando falham em sua avaliação sobre a robustez dos dados ou a confiabilidade dos métodos.

Entre as medidas, destacam-se o aumento do espaço editorial para a descrição de metodologias e um exame mais acurado das estatísticas. Os autores também serão encorajados a ter mais transparência, o que inclui a publicação de dados brutos on-line. Outra ferramenta é uma checagem durante a submissão de trabalhos de ciências da vida, especificando as informações necessárias sobre tamanhos de amostras e testes estatísticos, entre outros aspectos. Segundo informou o site The Scientist, os editores da Nature também querem que os pesquisadores revelem fontes e perfis de substâncias biológicas, tais como linhagens celulares e anticorpos.

O problema da irreprodutibilidade de dados é crescente e já existe até uma plataforma na internet, a Reproducibility Initiative (www.scienceexchange.com/reproducibility), que oferece a pesquisadores a oportunidade de testar experimentos em laboratórios independentes antes de publicar seus achados. A criadora do site é Elizabeth Iorns, diretora-executiva do Science Exchange, um portal on-line que relaciona pesquisadores com prestadores de serviços experimentais.

Ela teve a ideia de criar o serviço quando soube que empresas farmacêuticas estavam contratando pesquisadores capazes de validar resultados publicados. O foco do portal são estudos biológicos pré-clínicos. “Há muita informação negativa sobre o problema da reprodutibilidade de pesquisas. Acredito que esta é a primeira vez que alguém tenta fazer algo positivo nesse sentido”, disse Iorns ao site da Nature. O Reproducibility Initiative tem base em Palo Alto, Califórnia.

Os autores interessados em ter seus resultados testados antes da publicação devem pagar um valor específico para pedir a validação. Mas a expectativa é que, com o tempo, agências de financiamento também apoiem a iniciativa.

O Nature Publishing Group, em Londres, e a Rockefeller University Press, em Nova York, já manifestaram apoio à iniciativa.

Republicar