guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Mundo

Hélice nanométrica

Uma nanoestrutura em forma de hélice que lembra a configuração do DNA é o novo material que poderá ser usado para a produção de sensores, transformadores elétricos e outros aparelhos envolvidos em conexões eletromecânicas no âmbito dos nanômetros (1 milímetro dividido em 1 milhão de vezes). Baseado em uma treliça composta de tiras de cristais com poucos nanômetros de largura, a nanoélice é produzida com óxido de zinco e argônio sob condições de vácuo e alta temperatura e sobre um tubo de alumina. A forma de crescimento do óxido de alumínio policristalino, nome do material desse tipo de nanofita, foi publicada na revista Science de 9 de setembro. A pesquisa foi conduzida por pesquisadores do Instituto de Tecnologia Geórgia (Georgia Tech), dos Estados Unidos, e teve o financiamento da Fundação Nacional de Ciência, NSF na sigla em inglês, da Agência Espacial Norte-Americana (Nasa) e do Departamento de Defesa, Pesquisa e Engenharia (DDR&E), além da Academia Chinesa de Ciência. “Essa estrutura vai disponibilizar uma nova forma de construir nanoaparelhos”, disse o professor Zhong Lin Wang, em um comunicado do Georgia Tech. “A nanoélice é perfeitamente uniforme”, disse Wang.

Republicar