Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

JTI

Hidrogênio na europa

Impulsionar o mercado energético do hidrogênio estabelecendo o seu uso já na próxima década é a proposta da União Européia (UE), que quer investir – 470 milhões em pesquisa tecnológica nessa área. Para isso, ela está criando a Fuel Cells and Hydrogen Joint Technology Iniciative (JTI), ou Iniciativa Tecnológica Conjunta para Células a Combustível e Hidrogênio, uma parceria público-privada de pesquisa e desenvolvimento. A intenção é que se acelere o desenvolvimento de obtenção de hidrogênio e a evolução das células, equipamentos que transformam esse gás em energia elétrica. As células podem ocupar o lugar dos motores automotivos atuais ou serem geradores estacionários. No primeiro caso, a proposta da UE é facilitar a entrada de carros a hidrogênio no mercado, eliminando os gargalos tecnológicos e burocráticos, além de tornar a indústria capaz de produzir em larga escala, alcançando o mercado de massa entre 2015 e 2020. Para geradores, tanto comerciais como residenciais, o JTI espera o desenvolvimento inicial de mercado entre 2010 e 2015. O principal objetivo da UE é diminuir de forma considerável a emissão de gases nocivos ao ambiente. Células a combustível processando hidrogênio puro emitindo apenas vapor d’água.

Republicar