Guia Covid-19
Imprimir PDF Republicar

Tecnociência

Imagens vistas em tempo real

A Sandia, uma empresa norte-americana do grupo Lockheed Martin, anunciou o registro de patente de um dispositivo de hardware capaz de resolver os problemas envolvendo arquivos de imagem pesados a ponto de consumir até 30 minutos na transmissão em rede, tornando a visualização lenta e quase inviável nos computadores hoje disponíveis. Com o equipamento, um cirurgião operando em Manaus, por exemplo, poderia contar com o colaboração de outro especialista em São Paulo para avaliar imagens produzidas por aparelhos de ressonância magnética em tempo real.

Como se os dois estivessem na mesma sala de cirurgia, olhando para a mesma imagem. A ferramenta também pode ser útil para engenheiros, militares e equipes dedicadas à exploração de petróleo, entre outros profissionais com uso intensivo de imagens estáticas e em movimento. Segundo a empresa, a imagem se forma na tela remota em 0,1 segundo, mesmo que o computador receptor esteja a milhares de quilômetros. Suas maiores virtudes são rapidez na compressão de fluxo de vídeo e fidelidade da imagem.

Republicar