guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Brasil

Interação entre luz e som

Um estudo que mostra novas propriedades da interação entre luz e ondas acústicas em fibras de cristal fotônico, um tipo de fibra óptica caracterizado pela presença de ar ao redor de seu núcleo e com grande potencial de aplicação em telecomunicações, foi capa da edição de 1º de maio da Optics Express, revista da Optical Society of America. Um outro artigo sobre o mesmo tema foi publicado na edição on-line e na versão impressa da primeira semana de junho da revista Nature Physics. Os estudos resultam de um trabalho conjunto conduzido por pesquisadores do Laboratório de Comunicações Ópticas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), dirigido pelo professor Hugo Fragnito, coordenador do Centro de Pesquisa em Óptica e Fotônica (Cepof) de Campinas, e pesquisadores da Universidade de Bath, da Inglaterra, do Instituto Max-Planck, da Alemanha, e do Institut Femto, da França. “Existem algumas aplicações em que a interação entre luz e ondas acústicas resulta em um indesejado fenômeno de espalhamento de luz, chamado Brillouin, que limita a potência óptica que pode ser transmitida pela fibra”, diz o pesquisador Paulo Dainese, da Unicamp, primeiro autor do artigo. Outras aplicações requerem exatamente o contrário, ou seja, aumentar o efeito. “Nosso trabalho abre oportunidades de explorar ambos os casos”, diz Dainese. O trabalho publicado também mostra particularidades da fibra de cristal fotônico em comparação com a fibra óptica tradicional. Uma delas é a capacidade de confinar simultaneamente fótons (luz) e fônons (ondas acústicas) no núcleo da fibra de cristal fotônico, resultando numa interação mais forte.

Republicar