guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republish

Ecologia

Investimento líquido

Petrobras destina R$ 40 milhões para projetos de preservação ambiental sobre o tema água

EDUARDO CESARA Petrobras decidiu concentrar sua verba de patrocínio ecológico para os próximos dois anos em projetos que tenham como tema a água, doce ou do mar. No mês passado, a empresa lançou, no Rio de Janeiro, o seu programa ambiental e previu um orçamento de R$ 40 milhões para iniciativas, com duração máxima de 24 meses, que estimulem a conservação e o uso racional desse recurso natural. A escolha do tema foi motivada pelo fato de 2003 ter sido eleito pelas Nações Unidas como o ano internacional da água doce, da qual o Brasil dispõe de 12% das reservas mundiais.

Podem concorrer ao patrocínio projetos que visem à promoção de um dos seguintes tipos de ação: recuperação de rios ou das matas em torno de corpos d’água; preservação de espécies de importância para a manutenção da biodiversidade; disseminação de boas práticas para redução do desperdício de água (doce) ou diminuição de impactos e melhoria da gestão dos ambientes marinhos; capacitação dos atores sociais envolvidos na gestão dos corpos d’água (prefeituras, associações, setor produtivo); e campanhas de mobilização social.

Inscrições abertas
“Não se trata de financiamento para projetos de pesquisa sobre o tema água”, esclarece Thais Murce Mendes da Silva, coordenadora do Programa Tecnológico de Meio Ambiente do Centro de Pesquisas da Petrobras. “Mas, sim, de iniciativas de preservação ambiental.” Nada impede, porém, que cientistas formulem propostas de cunho conservacionista, ligadas ou não à sua área de pesquisa, e as submetam à empresa. Não serão aceitos projetos concebidos por pessoas físicas. Apenas ações pleiteadas por pessoas jurídicas do Terceiro Setor, como as organizações não governamentais, podem concorrer ao patrocínio.

Projetos já iniciados ou ainda em fase de gestação podem igualmente participar do processo de seleção. Cada proposta pode pleitear um patrocínio máximo de R$ 3 milhões para suas ações. Todas as propostas terão de ser feitas via Internet e o prazo de inscrição se iniciou em 28 de novembro e vai até 27 de janeiro de 2004.

* O jornalista Marcos Pivetta viajou ao Rio de Janeiro a convite da Petrobras.

Republish