guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Tecnociência

Lentidão para evitar congestionamento

Menos força nos pedais: está provado que dirigir suavemente evita congestionamentos. Novos modelos computacionais de tráfego mostram que um fluxo pesado de veículos mantém-se em movimento desde que os motoristas evitem acelerações e freadas bruscas. O estudo, divulgado na revista Nature (24 de dezembro de 2001), foi realizado por um grupo de pesquisadores alemães e franceses ligados à Universidade de Duisburg, Alemanha, e poderá ajudar engenheiros a desenvolver rodovias mais velozes e seguras.

A partir dos modelos testados, os cientistas chegaram à conclusão de que, em situações de acúmulo de veículos, a melhor forma de movimentação é o fluxo sincronizado – um dos três estados de trânsito descritos pelos especialistas da área. Os outros dois são o fluxo livre, no qual cada motorista está longe o suficiente dos outros para imprimir a velocidade que preferir, e o congestionamento, que pode ir da lentidão à total imobilidade.

No fluxo sincronizado, há vários veículos movendo-se com mais ou menos a mesma velocidade e com poucas mudanças de pista – condição que mantém o tráfego pesado se movendo e reduz os acidentes de trânsito.

Republicar