guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republicar

Livros

Livros

O Museu Paulista

Ana Claudia Fonseca Brefe – Unesp, 336 páginas, R$ 48,00

Situado próximo do lugar onde teria se dado o celebrado grito da Independência, o Museu Paulista, conhecido como Museu do Ipiranga, nasceu para ser um marco da importância paulista na história brasileira. Mas, muito mais do que um monumento, ele é um grande museu e sua atual conformação se deve ao trabalho de Affonso d’Escragnolle Taunay, que foi diretor da instituição entre 1917 e 1945. Foi durante a sua gestão que o lugar passou de museu naturalista a museu histórico.

Editora Unesp (11) 3242-7171
www.edutoraunesp.com.br

A civilização do Ocidente medieval

Jacques Le Goff – Edusc, 400 páginas, R$ 55,00

Um dos mais notáveis medievalistas ainda em atividade, o francês Jacques Le Goff mostra como a Idade Média, “período em que nosso tempo prefere reconhecer nossa infância, foi o verdadeiro começo do Ocidente atual, qualquer que tenha sido a importância da herança judaico-cristã, greco-romana, bárbara e tradicional que a sociedade medieval escolheu”, numa mistura de rara intelectualidade e sabor literário.

Edusc (14) 3235-7111
www.edusc.com.br

Nem do morro nem da cidade: as transformações do samba e a indústria cultural (1920-1945)

José Adriano Fenerick – Annablume/FAPESP, 282 páginas, R$ 35,00

Apesar do molejo e da alegria, o samba precisou lutar para se estabelecer como música comercial no Brasil. O estudo mostra como se deu essa passagem, do morro para o Municipal, e de como, aos poucos, ele deixou as fronteiras locais para virar uma paixão nacional, usada mesmo por Vargas em sua propaganda do Estado Novo.

Editora Annablume (11) 33812-6764
www.annablume.com.br

Memórias

Visconde de Taunay – Iluminuras, 592 páginas, R$ 62,00

Um panorama esplendoroso e preciso do Império, escrito pelo autor de Inocência. Destaque para a edição caprichada de Sergio Medeiros, um especialista em Visconde de Taunay. Escritas entre 1890 e 1899, anos que antecederam sua morte, têm o frescor de um diário, onde não faltam ?fofocas? elegantes sobre a Corte. Mas as memórias são mesmo uma história do incipiente Exército brasileiro e de seus comandantes.

Iluminuras (11) 3068-9433
www.iluminuras.com.br

Estado e oposição no Brasil (1964-1984)

Maria Helena Moreira Alves, Edusc, 424 páginas, R$ 53,00

O estudo, denso e bem documentado, analisa o desenvolvimento da democracia brasileira entre os períodos críticos de 1964, ano do golpe, e 1984, quando se encerrou o ciclo do regime militar. A pergunta que a pesquisadora responde, a partir da perspectiva do momento presente, é “o que conseguimos, o quanto avançamos, quais são as seqüelas que permaneceram em nossa sociedade desse longo período de ditadura”. No centro da análise de Maria Helena, a Doutrina de Segurança Nacional.

Edusc (14) 3235-7111
www.edusc.com.br

Joaquim Nabuco: diários (volumes 1 e 2)

Prefácio e notas de Evaldo Cabral de Mello – Bem-Te-Vi Produções Literárias e Editora Massangana, 872 páginas, R$ 185,00

Um tesouro que esteve “escondido” por várias décadas, os diários trazem as impressões e a intimidade de um de nossos mais notáveis pensadores, o diplomata Joaquim Nabuco.
Seja falando da política, de livros, de costumes ou de nações estrangeiras, como os Estados Unidos, é leitura obrigatória para quem quiser entender melhor o Brasil.

Editora Bem-te-vi (21) 3804-8678
www.editorabemtevi.com.br

Republicar