guia do novo coronavirus
Imprimir PDF Republish

Livros

Livros

A Revolução dos Cravos
Lincoln Secco – Alameda Casa Editorial / FAPESP / Cátedra Jaime Cortesão (USP/Camões), 296 páginas / R$ 38,60

No aniversário dos 30 anos do movimento revolucionário de abril, que pôs fim à ditadura em Portugal quase sem derramamento de sangue, a recém-nascida editora Alameda traz esse estudo pioneiro sobre a Revolução dos Cravos.  Originalmente uma pesquisa de doutorado, o livro contou com o apoio da FAPESP e analisa como acabou o império colonial.

Alameda Casa Editorial: (11) 3862-0850
alameda.casa.editorial@uol.com.br

O dilema preventivista
Sergio Arouca – Unesp / Fiocruz, 272 páginas / R$ 35,00

Último livro do deputado federal e secretário Nacional de Gestão Participativa do Ministério da Saúde, originalmente tese de doutorado, esse estudo pretende criar uma teoria social da saúde no Brasil. Usando elementos conceituais marxistas, Arouca quis criticar a concepção liberal e individualista de que se constituía a medicina preventiva brasileira, vista por ele como mais do que apenas uma estrutura médica e como um movimento ideológico que coloca em xeque a medicina tradicional.

Editora Unesp: (11) 3242-7171
www.editoraunesp.com.br ou feu@editora.unesp.br

Religião como tradução: missionários, Tupi e Tapuia no Brasil colonial
Cristina Pompa – Edusc / Anpocs, 444 páginas / R$ 58,00

Uma forma inovadora de analisar como se deu o contato civilizatório entre ameríndios e colonizadores no Brasil. A pesquisadora reavalia a colonização padrão, vista em blocos monolíticos, e revela como houve, em verdade, uma sutil negociação entre as partes, uma verdadeira dinâmica ignorada pelos historiadores. Assim, a evangelização influenciada pelas culturas nativas.

Edusc: (14) 3235-7111
www.edusc.com.br ou edusc@edusc.com.br

O outro lado da família brasileira
Paulo Eduardo Teixeira – Editora Unicamp, 288 páginas / R$ 34,OO

Focando seu estudo na região de Campinas, o pesquisador, que teve apoio da FAPESP, retrata o papel da mulher no movimento povoador resultante das culturas do café e do açúcar. Com a ajuda de escravos e agregados, essas mulheres mantiveram a família, cuidaram de fazendas e de parentes pobres, em geral na condição de viúvas ou com os maridos em lugares distantes. Com o auxílio de exemplos reais, essas mulheres retornam à vida no estudo.

Editora Unicamp: (19) 3788-7235/7786
www.editora.unicamp.br ou vendas@editora.unicamp.br

Com os Índios Wauja – objectos e personagens de uma colecção amazónica
Aristóteles Barcelos Neto – Museu Nacional de Etnologia,120 páginas / 10,00 euros.

Resultante de uma pesquisa que contou com o apoio da FAPESP, esse livro (há também um volume em versão inglesa) foi editado em Portugal pelo Museu de Etnologia. Fruto do trabalho feito para a realização da exposição Os índios, nós, traz um fascinante retrato sobre a tribo dos Wauja, do Xingu, mostrando a trajetória dos artefatos, do campo em que foram recolhidos até a chegada ao museu.

Museu Nacional de Etnologia, Portugal
mnetnologia@ipmuseus.pt

Artes e ofícios de curar no Brasil
Sidney Chalhoub, Vera Regina Beltrão Marques, Gabriela dos Reis Sampaio, Carlos Roberto Galvão Sobrinho – Editora Unicamp, 430 páginas / R$ 44,OO

Uma coletânea de artigos que traz respostas históricas para um problema que ainda nos incomoda: o estado da saúde no Brasil. As pesquisas falam da prática da medicina rudimentar, a cura, do século 17 até o início do século 20, com um painel que inclui barbeiros e cientistas.

Editora Unicamp: (19) 3788-7235/7786
www.editora.unicamp.br ou vendas@editora.unicamp.br

Republish